Sobral em mobilização !

Por: Noticias de Sobral
Secretaria da Saúde intensifica ações de combate à dengue na sede e distritos
 

O trabalho de inspeção aos imóveis é feito por agentes que buscam cada vez mais diminuir o risco de infestações. Durante as visitas, os vigilantes sanitários controlam os focos do mosquito Aedes Aegypti e orientam os moradores e proprietários de terrenos sobre as medidas de prevenção ao vetor, como evitar o acúmulo de água e manter caixas d´água sempre fechadas.

Desde o dia 5 de janeiro, as equipes dos Centros de Saúde da Família, realizaram 31 mutirões de limpeza e combate ao mosquito, tanto na sede quanto nos distritos. A manifestação reforça o trabalho de campo dos Agentes de Combate de Endemias, que diariamente coletam as armadilhas, que servem para observar onde há incidência do mosquito. Essas armadilhas estão instaladas em 500 pontos, divididos em todo o território sobralense.

Os Agentes Comunitários de Saúde também realizam um trabalho porta a porta, com o objetivo de conscientizar os moradores do perigo em deixar água parada, além de ajudar na identificação e encaminhar pacientes com suspeita da doença.

Secretaria da Saúde intensifica ações de combate à dengue na sede e distritos

O trabalho de inspeção aos imóveis é feito por agentes que buscam cada vez mais diminuir o risco de infestações. Durante as visitas, os vigilantes sanitários controlam os focos do mosquito Aedes Aegypti e orientam os moradores e proprietários de terrenos sobre as medidas de prevenção ao vetor, como evitar o acúmulo de água e manter caixas d´água sempre fechadas.

Desde o dia 5 de janeiro, as equipes dos Centros de Saúde da Família, realizaram 31 mutirões de limpeza e combate ao mosquito, tanto na sede quanto nos distritos. A manifestação reforça o trabalho de campo dos Agentes de Combate de Endemias, que diariamente coletam as armadilhas, que servem para observar onde há incidência do mosquito. Essas armadilhas estão instaladas em 500 pontos, divididos em todo o território sobralense.

Os Agentes Comunitários de Saúde também realizam um trabalho porta a porta, com o objetivo de conscientizar os moradores do perigo em deixar água parada, além de ajudar na identificação e encaminhar pacientes com suspeita da doença.