IPCC: Como as mudanças climáticas afetarão o Planeta

Por Marcos Samapio (arena-de-ideias.webnode.com)

Relatório do IPCC sobre clima

Um planeta mais quente, com nível do mar mais alto, derretimento de geleiras e maior variabilidade climática será um mundo com milhões de pessoas sob risco de inundações, escassez de água potável, impacto sobre a segurança alimentar e extinção de espécies.

Essa deve ser a mensagem que o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, sigla em inglês) vai trazer ao divulgar a segunda parte do seu quinto relatório de avaliação nesta semana, em Yokohama, no Japão. É o que se pode concluir de uma versão preliminar do Sumário para Formuladores de Políticas que vazou na internet, há alguns meses.

Cientistas e representantes de governos se reúnem na cidade japonesa para definir o conteúdo final desta parte do relatório - um resumo acompanhado de tom político das principais conclusões do documento do grupo de trabalho 2 do IPCC, que trata de impactos, adaptação e vulnerabilidade dos países a mudanças climáticas.

O texto é lançado cerca de seis meses após a divulgação da primeira parte do relatório. A mensagem agora é mais enfática sobre o que o aumento da concentração de gases do efeito estufa e as mudanças climáticas trazem de impacto para a vida das pessoas e dos ecossistemas.

Até 2100, sem adaptação, centenas de milhões de pessoas serão afetadas por inundações nas áreas costeiras, principalmente no leste, sul e sudeste asiático.

Confira abaixo a cobertura do Estado sobre o IPCC direto de Yokohama, no Japão: