Como um homem, uma sociedade também comporta o desenvolvimento de uma personalidade.

Como um homem, uma sociedade também comporta o desenvolvimento de uma personalidade. Neste sentido é digno de observar quais instituições foram responsáveis por educar e espelhar sua estrutura de personalidade. 

No caso brasileiro temos sempre a perspectiva de uma dupla estrutura a alimentar esta personalidade brasileira no curso da formação do Brasil. Que se pode nomear de forma rudimentar pelo espaço da casa-grande e Senzela, casa e rua, numa relação pendular de poder a movimentar o Estado. Assim o Estado é apenas um mecanismo de tempo, similar a relógio que é posto em movimento pelo atrito das relações dos vínculos de valores da casa-grande versus os vínculos de valores da senzala. Todavia esta crença que o Estado brasileiro precise dessa ambivalência de forças para existir, leva a falsa compreensão que se todos tiverem do mesmo lado, os mecanismos que compõem o relógio que é Estado param. Observe que esta imagem é retrógrada. Ela correapondem a imagem de um relógio movido à corda. 

Ampliando nossa percepção, e tendo como parâmetro a imagem de um relógio equivalente ao Estado brasileiro, a fonte de energia para mover o Estado é passiva de ser outra. De um relógio sem pêndulo. Mas de uma confluência de placas fotovoltaicas(Instituições) que em sua organização prime por demonstrar que o todo é uma composição de uns.

Por: Pedro Fernandes