Copacabana está quase pronta para a festa do Réveillon 2015

Faltando três dias para a virada do ano, a Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio, está na reta final dos preparativos para a festa que vai receber 2015. Serão três palcos com shows espalhados pelo bairro e 11 balsas que dispararão fogos de artifício na virada do dia 31 de dezembro para o dia 1º de janeiro, como mostrou o Bom Dia Rio.

A expectativa de público para a comemoração é de mais de dois milhões de pessoas. Os preparativos estão na reta final: os palcos foram montados e torres de som espalhadas pela orla para garantir que a música chegue de maneira nítida para todos os cariocas e turistas que estarão no local. Entre as atrações musicais que vão embalar a festa estão Titãs, Roupa Nova e Maria Rita.

As 11 balsas vão disparar 24 toneladas de fogos, que pretendem encantar os espectadores. O tema da festa é os 450 anos da cidade do Rio de Janeiro. Às 14h30 desta segunda-feira (29), as balsas passarão por uma vistoria da Capitania dos Portos, do Corpo de Bombeiros e da Secretaria Municipal de Turismo para garantir a segurança do evento.

Uma das novidades para o Réveillon de 2015 é a determinação de que os ônibus de turismo, que trazem pessoas de fora da cidade para a festa em Copacabana, terão de estacionar e desembarcar os passageiros na área do Teleporto, na Cidade Nova, no Centro do Rio. Os passageiros devem seguir para Copacabana preferencialmente em transporte público.

Proibição do estacionamento começa cedo
O esquema de proibição de estacionamento começa às 18h do dia 30 pela Rua Gustavo Sampaio, no Leme. Às 21h, as vagas da Avenida Nossa Senhora de Copacabana e da Rua Barata Ribeiro desaparecem e às 23h, a proibição se estende às baias da Avenida Atlântica.

As pistas junto à orla de Ipanema e Leblon, na Zona Sul, serão fechadas a partir das 18h do dia 31 e a pista junto aos prédios terá mão invertida, como ocorre aos domingos e feriados para a instalação da área de lazer. As pistas do Aterro do Flamengo fecharão a partir das 20h do dia 31.

Serão criados bolsões de ônibus em três pontos. Como já ocorre há três anos, na volta para casa, quem for pegar ônibus para regiões da Zona Sul e Centro, deve se dirigir ao terminal montado na Enseada de Botafogo, enquanto quem vai para a região de São Cristóvão e Grajaú, na Zona Norte, deve se dirigir ao terminal criado no Corte do Cantagalo. As pessoas que vão para Barra da Tijuca e Zona Oeste devem pegar os ônibus no terminal na Avenida Vieira Souto.

No dia 31, 1.825 agentes da Seop e Guarda Municipal estarão na região, o que representa um aumento de 60% do efetivo em Copacabana. Serão montados oito postos de distribuição de pulseiras de identificação para crianças.

O número de agentes e fiscais da Secretaria de Conservação e da Guarda Municipal vai passar de 696 para 1.825 em dois turnos. Eles vão atuar na fiscalização de ambulantes e estacionamento irregular, com 15 reboques.

Orla terá cinco postos de atendimento médico
Serão montados cinco postos de atendimento médico: no Leme, na Praça do Lido, na Rua República do Peru, na Rua Santa Clara e na Rua Xavier da Silveira. Os postos começam a funcionar às 17h30 do dia 31, com 224 profissionais médicos. Eles terão 98 leitos, sendo dez equivalentes a uma UTI e 72 poltronas de hidratação. Das 50 ambulâncias, 40 delas são UTIs.

Quarenta profissionais da Vigilância Sanitária vão fiscalizar quiosques, restaurantes e ambulantes.

A operação de limpeza geral da orla começa às 6h do dia 1º de janeiro. Mas ao longo da festa, segundo a Comlurb, 1.289 garis, em 97 veículos e com mil contêineres vão atuar para evitar grande concentração de lixo na orla. Dez veículos de grande capacidade vão recolher os resíduos das caixas coletoras de material reciclável. Este ano, serão usados os sopradores, que proporcionam mais velocidade e qualidade na limpeza das ruas.

A operação Lixo Zero ficará suspensa em Copacabana, das 17h do dia 31 ao meio-dia do dia 1º de janeiro.

Os bombeiros estarão concentrados nos postos de salva-vidas, com base operacional no Grupamento Marítimo. Ao todo, estarão de serviço na virada 950 bombeiros, em 130 viaturas, 25 embarcações e duas aeronaves.

Três delegacias vão servir de central de flagrantes: a 12ª DP (Copacabana), a 13ª DP (Ipanema) e a Delegacia de Atendimento à Pessoa da Terceira Idade (Deapti), que vai concentrar as ocorrências com menores. Haverá um reforço de 50% do efetivo das delegacias.

Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o VC no G1.