Na despedida de Gabigol, Figueirense vence, sai do Z-4 e complica o Santos

De saída para a Itália, atacante entra no intervalo e não consegue evitar tropeço do Peixe, que perde chance de voltar ao G-4, novamente diante de um time que luta para não cair. Rafael Moura faz o gol catarinense

  • FESTA DO FIGUEIRA

    O Santos armou uma festa para a despedida de Gabigol, com direito a show musical após o jogo. Mas o Figueirense não tinha nada a ver com isso e resolveu estragar tudo. Com um gol de pênalti, marcado por Rafael Moura, o Figueira bateu o Peixe por 1 a 0 e saiu da zona do rebaixamento, ao menos de forma provisória (precisa secar o Inter à noite, diante do Sport, no Recife). Foi a segunda vitória do Figueirense na Vila na história do Brasileirão. Agora são 11 duelos na Vila, com nove vitórias do Santos e duas do Figueira.
     

  • DESTAQUEDECEPÇÃO DO PEIXE

    Se foi ótimo para o Figueirense, o resultado foi catastrófico para o Santos, que volta a ser derrotado por um time que luta para não cair (já havia perdido para América-MG e Coritiba nas rodadas anteriores). O time de Dorival Júnior fica fora do G-4, estacionado nos 36 pontos, correndo o risco de terminar a rodada sete atrás do líder do Palmeiras.
     

  • DESTAQUEGOL ANULADO NA DESPEDIDA

    Gabigol entrou no intervalo no lugar de Copete, lutou bastante e chegou a balançar a rede, aos 42 minutos. Mas o gol foi bem anulado por impedimento. Gabigol se despede com 57 gols em 156 jogos pelo Santos.