Posse!

No primeiro pronunciamento do segundo mandato, a presidente Dilma Rousseff abriu sua fala no Congresso Nacional ressaltando conquistas dos 12 anos de governo petista na Presidência. Citando o "extraordinário trabalho" do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, disse que o projeto nacional do qual faz parte levou à retirada de 36 milhões de brasileiros da miséria, ascensão de grande parte da população à classe média, acesso a emprego, ensino técnico e universitário. "Temos hoje a primeira geração de brasileiros que não vivenciou a tragédia da fome", disse a presidente.

No início do discurso, Dilma disse ter voltado à Casa para assumir o segundo governo com "a alma cheia de alegria, de responsabilidade, de esperança", citou também seu papel em representar a "mulher brasileira". "Encarno o projeto de nação detentor do mais profundo apoio popular", disse.

Segundo ela, o projeto de nação detentor do apoio mais duradouro da história democrática triunfou e nunca tantos brasileiros ascenderam à classe média e conseguiram emprego. "É para o povo brasileiro e com o povo brasileiro que vamos governar."

Dilma também repetiu a mensagem, repetida ao longo da campanha, de que nunca se apurou e puniu com tanta transparência a corrupção. Disse ainda que nunca o País viveu um período tão longo de estabilidade, sem crises institucionais.

15h:30 - Renan Calheiros declara emprossador Dilma e Temer # pose.

15h:26, o Hino Nacional comecou a ser executado pela banda dos Fuzileiros Navais;

15 horas - A presidente Dilma Rousseff. Desfiliar pelo eixo Monumental, acompaha da filha Paula.

A cerimônia de posse da presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) vai contar com apoiadores do PT e alguns protestos na Esplanada dos Ministérios, em Brasília.

Manifestante, na posse de Dilma!